5 dicas sobre linguagem corporal

Linguagem corporal – Aspectos importantes

Preste atenção em sua linguagem corporal. Se você quer melhorar a percepção que as pessoas têm de você, então preste bastante atenção nesse breve artigo.

Isso se dá por causa da grande quantidade de postagens na Internet, livros e outros tipos de materiais que são cópias uns dos outros, por vezes elaborados por pessoas sem a qualificação necessária para ensinar esse tipo de conhecimento. Fique alerta!

O primeiro aspecto importante a levar em consideração é que a linguagem corporal não depende só de você. Os observadores incautos podem transformar, por exemplo, a sua rinite alérgica em um sinal da mentira (se virem você coçando o nariz). A baixa qualidade técnica do conhecimento disponível sobre a interpretação da linguagem corporal leva as pessoas que aprendem de qualquer maneira a interpretarem uma coçada no nariz como um sinal da mentira.

 De qualquer forma, vale a pena ver as dicas e saber como proceder até mesmo para ser bem interpretado mesmo pelos observadores que curtem as famosas “receitas de bolo”.

 

Linguagem corporal – 5 dicas

Esteja consciente de suas emoções1. Esteja consciente de suas próprias emoções. A insegurança emocional produz expressões não verbais de nervosismo e ansiedade. Pessoas que não se cobram tanto e que estão dispostas a aceitar e reconhecer os seus próprios equívocos são percebidas de forma mais positiva pelos seus interlocutores.

Nesse sentido, o meu conselho é que você não finja emoções e seja autêntico sem ser grosseiro. Deixe as suas emoções fluírem pelo seu rosto e você colherá os benefícios de ser percebido como uma pessoa genuína.

Se você é tímido, não se preocupe tanto, tem muita gente que também é. Se isso te incomoda, converse com um psicólogo sobre estratégias para superar a timidez.

 

2. Esteja consciente das emoções dos seus interlocutores. A pior solução para qualquer encontro é agir sempre da mesma maneira. Então, observe o comportamento e as emoções das pessoas e adapte a sua linguagem corporal e a sua interação verbal de forma a tornar aquele encontro o mais agradável e produtivo possível.

Lembre-se que todos somos humanos e que não há um padrão comportamental rígido e totalmente geral. Assim, o segredo é adaptar-se para atingir os objetivos que você vem estabelecendo para os seus encontros.

Se a pessoa é tímida, não fique tocando, invadindo o espaço pessoal dela, nem olhando fixamente para os seus olhos enquanto fala. Dê espaço, faça perguntas discretas, elogie e não critique as suas poucas palavras. Depois de um tempo você verá os resultados dessa estratégia.

 

Proxêmica - IBRALC3. Esteja consciente do espaço ao seu redor e ocupe-o com segurança. Temos um espeço psicológico ao redor de nós. Cerca de 45 centímetros ao redor do nosso corpo é como se fosse propriedade nossa, independentemente de onde estejamos. É por esse motivo que nos sentimos incomodados quando alguém chega muito perto de nós sem a nossa permissão. Já que esse espaço “é nosso”, ocupe com segurança. Isso ajudará você a passar a mensagem correta que outros não devem invadi-lo. Você pode usar objetos para demarcar o seu espaço de conforto ou retirá-los para criar uma atmosfera psicológica de mais proximidade. Domine esse conhecimento e altere a percepção que as pessoas têm do seu ambiente.

 

Reduza a velocidade - linguagem corporal4. Reduza a sua velocidade. A voz humana possui características que são indicadores dos nossos estados emocionais. Se você fala muito rápido, por exemplo, procure diminuir a velocidade de sua fala. Experimente e verifique o efeito emocional de tranquilidade que é criado nos seus interlocutores. Se você fala alto, baixe o volume e observe o mesmo efeito nas pessoas ao seu redor. Nos movimentos corporais também procure reduzir a velocidade com que você cruza as pernas ou gesticula. Movimentos exagerados ou executados de forma muito rápida colocam seus interlocutores em alerta. Se essa não é a intenção, reduza a velocidade!

 

5. Evite movimentos repetitivos. Sabe aqueles movimentos de bater com os dedos ou balançar o pé enquanto está sentado? Eu sei que é difícil, mas evite isso. Às vezes nem você mesmo sabe como esses movimentos ocorrem. São meio que “involuntários”. O fato é que as pessoas estão aprendendo que isso é sinal de nervosismo (o que realmente pode ser, mas não em todos os casos) e é assim que vão interpretar.

Então, enquanto você não fica sabendo por que balança o pé, tamborila os dedos ou roe as unhas, procure evitar fazer isso nas conversações que forem importantes para você.

 

Finalizando, deixo a maior dica. Seja natural. Se você tiver dificuldade com sua linguagem corporal, vá com calma pois os nossos movimentos fazem parte de nós e, muitas vezes, não é tão fácil mudar o que fazemos há tanto tempo da noite para o dia.  

Nem todas as estratégias funcionam sempre quando tratamos de comportamento humano. O importante é ter sensibilidade para perceber as situações e as pessoas e treinar para reagir da forma mais positiva possível, minimizando os possíveis problemas. Adapte-se sempre e dê dicas para as pessoas se adaptarem a você também. Afinal, qualquer interação tem duas vias e deve contar com o esforço de todos.

Um abraço

Sergio Senna

 


Visite as Seções do Portal:

 


Como citar este artigo:

Formato Documento Eletrônico (ABNT)

PIRES, Sergio Fernandes Senna. 5 dicas sobre linguagem corporal. Instituto Brasileiro de Linguagem Corporal. Disponível em < https://ibralc.com.br/5-dicas-linguagem-corporal-melhor/> . Acesso em 3 Dec 2016.

Formato Documento Eletrônico (APA)

Pires, Sergio Fernandes Senna. (2014). 5 dicas sobre linguagem corporal. Instituto Brasileiro de Linguagem Corporal. Recuperado em 3 Dec 2016, de https://ibralc.com.br/5-dicas-linguagem-corporal-melhor/.

The following two tabs change content below.
Sergio Senna
Psicólogo, doutor em psicologia (UnB), possui diversas especializações na área de educação, segurança e políticas públicas. Tem larga experiência acadêmica e profissional na interpretação da linguagem corporal, presta assessoria institucional no Congresso Nacional e desenvolve trabalhos acadêmicos nas temáticas da análise da mentira e da linguagem corporal. Veja o currículo completo aqui!
Sergio Senna

Últimos posts de Sergio Senna (ver todos)

Posted in Coaching, Conhecimento Básico, Curiosidades, Dicas, Linguagem Corporal and tagged , , , .

2 Comments

Deixe uma resposta