A importância da sincronia com o ambiente.

A importância da sincronia com o ambiente.

No artigo anterior, “É hora do Show!“, pudemos observar a importância da coerência de um ambiente em relação aos seus objetivos (seja um programa de TV ou empresa). Demonstramos alguns erros cometidos em programas, e deixamos no final do artigo uma “dica” do que seria um cenário correto (coerência do ambiente em sincronia com a proposta do programa – o exemplo citado foi do programa “Agora É Tarde“). sincronia

Tais erros ainda são muito comuns. Além dos exemplos no artigo anterior, podemos ver diversos outros, e para tanto, basta  assistir TV, ir ao Shopping, galerias, empresas, etc. Acreditamos que isto se deva a uma carência de conhecimento acerca da linguagem não verbal por parte dos cursos de Publicidade e Propaganda, bem como nos cursos de Arquitetura, mais especificamente sobre o conhecimento da influência que o ambiente exerce nas pessoas que interagem nele.

Você pode não perceber, mas o resultado de um ambiente bem sincronizado com sua proposta e público alvo faz a diferença (ou seja, possuir um ambiente “confortável”, em termos de linguagem não verbal, para o entrevistado, cliente ou até colaborador da empresa, e ainda, que o mesmo seja projetado de tal forma que atenda os desejos do programa/empresa – definindo por exemplo, se deseja um ambiente que propicie confrontos ou um trabalho colaborativo).

Para um melhor entendimento, sugerimos a leitura do artigo anterior “É hora do Show!“, onde demonstramos alguns erros cometidos na criação de ambientes (seja em programas de tv, lojas, stands, etc). O presente artigo trata-se de uma continuação.

 

Descontraindo o ambiente.

Além do recente programa de entrevistas “Agora É Tarde”, há muito mais tempo Marília Gabriela vem apresentando o programa de entrevistas “De Frente com Gabi“, e com uma habilidade incrível conseguiu sincronizar todos os aspectos do seu programa.

sincronia-entrevista

De Frente com Gabi

– O título do programa foi muito bem formulado, pois já demonstra qual o clima pretendido pela entrevistadora: o de extrair informações diferenciadas em relação à outros programas, através de perguntas mais “diretas”;

– Observe o cenário: uma mesa posta entre os dois, o que indicaria uma idéia de “confronto”;

– O fundo escuro do cenário, não tendo mais ninguém que desperte a atenção de ambos, ou influencie o direcionamento da entrevista (como programas de palco que possuem platéia). Este último item poderia também propiciar um clima maior de “intimidade”  se a disposição da mesa e cadeiras fosse outro, mas escaparia a idéia central do programa, que é o “embate” entre entrevistador e entrevistado – em um nível mais intelectual.

Observe então, como parte da fama de entrevistadora dura/difícil da Marília Gabriela se deve ao ambiente do seu cenário.

Outros entrevistadores também tornaram o cenário do programa mais agradável, podemos perceber isso no “Ellen Degeneres Show“, vejam como os entrevistados (Kanye West e Caitlin Burke) ficam mais interessados e descontraidos:

sincronia-entrevista-1

sincronia-entrevista-3

 

 

 

 

 

 

Lembram-se da postura bem mais contida do presidente Obama anteriormente (mostrado no programa “The Tonight Show”, apresentado pelo  Jay Leno)? O mesmo agora demonstra uma postura bem mais descontraida, conforme podemos observar na foto abaixo:

sincronia-entrevista-obama

Se tiverem a oportunidade de assistir aos dois programas, irão perceber que no último (“Ellen Degeneres Show“) a grande maioria fica à vontade, o que faz com que os entrevistados se “soltem” mais, tornando o tom do programa bem mais informal e divertido. Evidentemente que os entrevistados poderão apresentar barreiras, mas estas podem apenas representar nervosismo pela entrevista na TV ou algum padrão (como forma de sentar, falar, gesticular, etc).

Observem o posicionamento das cadeiras na foto abaixo, que ocorreu no programa do “Ratinho”:

sincronia-entrevista-ratinhoComo o quadro apresentado (entrega de resultado de DNA) sempre tem pelo menos dois participantes, o apresentador foi inteligente: deixou um participante de frente para o outro, sem nenhum tipo de barreira (o apresentador se posicionou de forma mais afastada, para que não ficasse entre os dois), e ainda, deixou ambos desprotegidos em relação a ele e a platéia.

sincronia-entrevista-ratinho-2

 

 

Resultado do posicionamento propicia o conflito, e como o clima já não era agradável, observem o que aconteceu em seguida: confusão e embate, só que desta vez físico.

 

 

Mas será que o apresentador desejava o conflito? Pelo que conhecemos do programa, apostariamos que a resposta seria SIM! O apresentador, por vezes, se utiliza do conflito para aumentar a audiência.

Tais mudanças também podem ser observadas nos telejornais, que parecem, também, entenderem as vantagens da retirada de barreiras em um cenário (conforme explicamos no artigo “Prezado cliente, sinta-se em casa!“), observem um trecho retirado da reportagem “Telejornais e programas da Globo Nordeste se modernizam com novo cenário”, no site pe360graus.globo.com:

sincronia-entrevista-globo“Conseguimos uma evolução do nosso cenário. Agora nossos apresentadores estão numa área mais espaçosa, mais clean, o que colabora para não tirar a atenção do público. Os telespectadores ganham também com o dinamismo, com a riqueza de maneiras que a notícia pode chegar até eles”

 

Casa nova…hábito novo.

Para ficar mais claro, vamos comparar o Obama do “The Tonight Show” com o Obama do “Ellen Degeneres Show“, que anteriormente observamos por fotos. Conforme prometido no artigo anterior, disponibilizamos dois vídeos.

A comparação da mesma pessoa, através de vídeos, em ambientes e situações diferentes, é a melhor maneira de se perceber mudanças no comportamento “padrão” do sujeito.

Assistam o primeiro vídeo e em seguida o segundo, e observem as diferenças que explicamos ao longo dos artigos, acerca da influência do ambiente nas pessoas que interagem nele:

Entrevista no “The Tonight Show” 

Entrevista no  “Ellen Degeneres Show

Após assistir aos vídeos, fica mais evidente a mudança da postura em ambientes diferentes. Enquanto no primeiro vemos uma postura mais defensiva e contida, no segundo podemos observar um Obama bem mais descontraido.

Evidentemente que a postura do apresentador, e outros fatores, influenciam no clima do programa, mas a proposta do presente artigo é demonstrar que o ambiente faz parte da equação final deste clima do programa – ou clima organizacional da empresa -, portanto, devemos ficar atentos e começar a dar-lhe o devido crédito.

De agora em diante, observe sua loja, stand e diversos outros ambientes, e se questione: meu ambiente está em sincronia com nossa proposta?

 

E você? O que pensa sobre isso? Deixe-nos o seu comentário!

Saudações e prossiga acompanhando os nossos artigos

Edinaldo Oliveira

Venha aprender linguagem não verbal conosco!


Visite as Seções do Portal:

 


Como citar este artigo:

Formato Documento Eletrônico (ABNT)

JUNIOR, Edinaldo Oliveira. A importância da sincronia com o ambiente.. Instituto Brasileiro de Linguagem Corporal. Disponível em < https://ibralc.com.br/a-importancia-da-sincronia-com-o-ambiente/> . Acesso em 3 Dec 2016.

Formato Documento Eletrônico (APA)

Junior, Edinaldo Oliveira. (2012). A importância da sincronia com o ambiente.. Instituto Brasileiro de Linguagem Corporal. Recuperado em 3 Dec 2016, de https://ibralc.com.br/a-importancia-da-sincronia-com-o-ambiente/.

The following two tabs change content below.

Edinaldo Oliveira

Graduado em ADMINISTRAÇÃO - GESTÃO DE NEGÓCIOS pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Caruaru/PE (2005) e Pós-Graduado em Engenharia de Software pela mesma faculdade, em 2010, além de graduado em Gestão da Tecnologia da Informação, pela ESTÁCIO, em 2014. Diletante do campo da psicologia, com foco no estudo da comunicação não verbal, especialmente no que se refere as expressões faciais, e como esta ferramenta pode ser aplicada em diversas áreas, a saber: segurança, defesa, educação, vendas, nas organizações e na saúde. Além disto, é amante da astronomia, astrofotografia e fotografia.
Posted in Proxêmica (Língua Portuguesa) and tagged , , , , , , , , .

Deixe uma resposta