Ilusões reais: cuidado com o que você observa

A observação é uma das principais habilidades a serem desenvolvidas por quem deseja ser um analista do comportamento não verbal. Tratei disso na postagem intitulada O que uma pessoa precisa para ser especialista em linguagem corporal? onde você poderá ter mais informações sobre a capacitação que precisa para ser um analista profissional.

Apesar de, no geral, as pessoas interessadas nesses assuntos serem muito prudentes e atentas, tenho notado que acreditam demasiado em seus sentidos, principalmente não visão. Por definição, a observação compõem-se de um conjunto de tarefas que dependem da visão e da forma como processamos as imagens. Entretanto, nosso Sistema Nervoso pode nos pregar algumas peças se não tivermos cuidado.

Vou dar um exemplo e peço que observe o vídeo abaixo:

Muita gente cai nesse golpe e não deve existir Carioca que não parou no Largo da Carioca para ver esse tipo de jogo. A rapidez com que se faz o movimento impede que percebamos a troca das fichas. O jogador vai jurar que acompanhou a ficha marcada desde o início. Entretanto, na realidade ele acompanhará enquanto o golpista quiser.

 

Prestamos atenção em mais de uma coisa ao mesmo tempo?

Nossa percepção é assim. Não temos toda a capacidade que achamos que possuímos. Nem mesmo os nossos olhos são confiáveis o suficiente. Quando achamos que “vimos” algo, pode ser que não tenhamos visto de fato.

Vejamos outro vídeo mais impressionante ainda:

 

 

Percebeu como somos apenas capazes de prestar atenção em um evento por vez? Mudaram o set de filmagens, os acessórios da roupa do mágico e a maioria das pessoas nem nota essas modificações. Nunca esqueça disso quando estiver observando o comportamento das pessoas, pois, assim como numa mágica, seus olhos podem não estar vendo o que deviam.

 

Quais são as implicações para a observação do comportamento humano?


Quer ver um exemplo?

1 - Leia o que está escrito:2 - Depois clique aqui3 - Explicação

frio

Você deve ter lido a seguinte frase:

frio-1

Será que é isso mesmo? Clique na próxima aba.

Isso estava escrito Veja novamente
frio-2 frio-4

 

É óbvio que a expressão HQIF EAZ EPJQ não tem sentido em nosso idioma.

Dessa forma podemos mostrar que completar a informação com base na experiência anterior nem sempre é uma vantagem. É por esse motivo que devemos ser cuidadosos com  a nossa percepção e nas operações que o nosso cérebro faz, principalmente quando não temos um controle consciente delas. Esses mecanismos “maravilhosos” do cérebro, assim como propagados por alguns, podem te ajudar ou te prejudicar. Vai depender da situação e da sua sorte.

 

Quando se trata de observação e análise do comportamento humano, devemos ser cuidadosos com essa tendência não consciente de chegar a conclusões mesmo sem dispor de todos os elementos necessários.

Não existe mágica! Esses mecanismos podem te colocar em situações embaraçosas e induzir que você tire conclusões erradas e se envolva em problemas com graves consequências, dependendo das decisões que você tomar com base nessas informações que serão “completadas” pelo seu cérebro.

 

Se nós houvéssemos apostado que você não conseguiria ler a sentença inicial, ganharíamos a aposta. Os estelionatários, por exemplo, usam muitos desses mecanismos para aplicar os seus golpes. Então é muito benéfico conhecer como tudo isso funciona.

Seu cérebro pregou uma peça em você, não?

Além disso, existem outros processos psicológicos que podem facilitar ou dificultar nossas observações. Aproveite e veja o artigo: Percepção do movimento biológico.

Um abraço

Sergio Senna


Visite as Seções do Portal:

 


Como citar este artigo:

Formato Documento Eletrônico (ABNT)

PIRES, Sergio Fernandes Senna. Ilusões reais: cuidado com o que você observa. Instituto Brasileiro de Linguagem Corporal. Disponível em < https://ibralc.com.br/ilusoes-reais-cuidado-com-o-que-voce-observa/> . Acesso em 3 Dec 2016.

Formato Documento Eletrônico (APA)

Pires, Sergio Fernandes Senna. (2013). Ilusões reais: cuidado com o que você observa. Instituto Brasileiro de Linguagem Corporal. Recuperado em 3 Dec 2016, de https://ibralc.com.br/ilusoes-reais-cuidado-com-o-que-voce-observa/.

The following two tabs change content below.
Sergio Senna
Psicólogo, doutor em psicologia (UnB), possui diversas especializações na área de educação, segurança e políticas públicas. Tem larga experiência acadêmica e profissional na interpretação da linguagem corporal, presta assessoria institucional no Congresso Nacional e desenvolve trabalhos acadêmicos nas temáticas da análise da mentira e da linguagem corporal. Veja o currículo completo aqui!
Sergio Senna

Últimos posts de Sergio Senna (ver todos)

Posted in Coaching, Conhecimento Básico and tagged , , , , , , , .

3 Comments

Deixe uma resposta