Verdadeiro Mentiroso – Lie to Me – Décimo primeiro episódio

Undercover (Encoberto) – Verdadeiro Mentiroso

Neste décimo primeiro episódio da série, Loker pede para Ria mentir com a intenção de ajudá-lo a ocultar a verdade sobre um processo jurídico que o grupo esta sofrendo (por culpa de Locker, já que o mesmo se deixou levar pelas emoções e terminou por desobedecer ordens do grupo Lightman, isso ocorreu no oitavo episódio, da primeira temporada, que foi debatido aqui – ), inclusive ensinando Ria a mentir (como se portar, falar e oferece até um relaxante muscular), mas será que isto acontece realmente?lie-to-me-verdadeiro-mentiroso-1

Nietzsche, em seu livro “Sobre Verdade e Mentira“, cita que “como um meio para a conservação do indivíduo, o intelecto desenrola suas principais forças na dissimulação; pois esta constitui o meio pelo qual os indivíduos mais fracos, menos vigorosos, conservam-se, como aqueles aos quais é denegado empreender uma luta pela existência com chifre e presas afiadas. No homem, essa arte da dissimulação atinge seu cume: aqui, o engano, o adular, mentir e enganar, o falar pelas costas, o representar, (…) constitui a tal ponto a regra e a lei que quase nada é mais incompreensível do que como pôde vir à luz entre os homens um legítimo e puro impulso à verdade.”

Aparentemente nutre-se uma idéia de que o “mais esperto” sempre ganha, ou em outras palavras, “sai ganhando quem mente melhor”. É interessante o número de pessoas que questionam sobre os estudos acerca da percepção da mentira, justamente com o a intenção “inversa”: desejando se tornar um mentiroso mais eficiente. Inclusive alguns chegam a afirmar isto nos cursos ministrados pelo IBRALC.

Portadores do Transtorno de Personalidade Dissocial (termo comumente apresentado como “Sociopatia” ou “Psicopatia”, são os indivíduos que poderíamos chamar realmente de “Verdadeiros Mentirosos”, estes não precisam de nenhum tipo de treinamento, entretanto, não possuem as amarras da ética e de preocupação com o meio social, fato este que termina por entregar os mentirosos “treinados”. Para entender mais este assunto, recomendamos a leitura do artigo “Psicopatia e a mentira”, que pode ser lido clicando aqui.

Infelizmente, quem detém algum conhecimento sobre comunicação não-verbal/linguagem corporal pode realmente tentar “driblar” a verdade de algumas pessoas, já que terá uma melhor consciência de seus gestos e expressões da face, pois é normal que prestemos mais atenção em nosso próprio comportamento não verbal devido ao conhecimento sobre o assunto. Em certa medida será realmente possível conseguir êxito na mentira, mas isso depende de alguns fatores:

1. Qual o “peso” da mentira, ou seja, qual a importância da mesma para o mentiroso?
2. Do interlocutor (vítima), se a mesma possui algum conhecimento sobre percepção da mentira.
3. Da desenvoltura do mentiroso, as vezes, mesmo conhecendo algumas técnicas, a pessoa é um péssimo mentiroso.

 

Fatores que influenciam o mentiroso.

Conforme citado acima, estes três pontos podem terminar por arruinar a tentativa do mentiroso de levar vantagem sobre alguém, pelos seguintes aspectos:

  • A importância da mentira deixará o mentiroso preocupado se conseguirá convencer a “vítima”. Evidentemente que o grau de importância do assunto é algo muito particular, entretanto, uma vez que seja classificado como importante, existe maior probabilidade de disparo do SNA (Sistema Nervoso Autônomo), fazendo com que o mentiroso aumente os batimentos cardíacos, comece a suar, gaguejar, etc. Segundo o Dr. Sérgio Senna, “os estudos científicos nessa área levantam que uma boa parte dos sinais da mentira está associada à ativação do Sistema Nervoso Autônomo Simpático (SNAS). Notamos, então, sinais de nervosismo, desconforto e agitação. A frequência cardíaca pode aumentar, bem como a respiração pode se tornar irregular. A pupila pode dilatar e a pessoa fica mais agitada e nota-se um aumento de sua movimentação.”, portanto, o mentiroso poderá ter problemas dependendo do grau da mentira contada;
Disfarçar os efeitos do SNA é um recurso muitas vezes utilizado pelo mentiroso, mas é possível fazer isto? Com o uso de algumas drogas ou psicotrópicos é possível “suavizar” tais efeitos. Para entender melhor, leia o artigo “Drogas e o teatro da mentira.”, disponível aqui.
  • Outro aspecto será a capacidade da “vítima” em perceber a mentira, pois existem técnicas e procedimentos que podem ajudar a perceber quando uma mentira é contada, são métodos ou técnicas que se valem da observação de indicadores indiretos em relação à mentira e outros com relação direta na observação do SNA. Evidentemente que a interpretação destes sinais deve considerar o contexto;
  • O último aspecto citado não deixa de ser importante, pois o aumento da carga cognitiva torna a tarefa de mentir bastante difícil, o que pode comprometer o desembaraço com que o mentiroso trata o assunto. Dr. Sérgio Senna ainda cita que “O mentiroso, então, tende a ficar mais lento, repetir sentenças, transformar as perguntas que lhes são feitas em introdução para as suas respostas, pois precisará ganhar o tempo que puder para pensar. Sob esse ponto de vista, falar a verdade é muito mais fácil e leva muito menos tempo (mas pode ser muito mais sofrido).”, e mesmo com todo o treinamento, até o verdadeiro mentiroso pode ter seu teatro desmascarado.

Queremos deixar claro que NÃO colaboramos com a formação de mentirosos com o conteúdo de nossos artigos ou dos cursos do IBRALC. Pelo contrário, nossa missão é instruir as pessoas sobre os prejuízos que a mentira nos traz. Mentir é, antes de tudo, uma questão ética que passa pela orientação do comportamento de cada pessoa e é de responsabilidade pessoal.

Portanto, podemos perceber o quão perigoso foi o pedido do Locker para a Ria, afinal, não é nada fácil mentir, mesmo com diversas dicas ou treinamentos. 

 

Até a próxima,

Edinaldo Oliveira

 

Referências:

JUNIOR, Edinaldo Oliveira. Drogas e o teatro da mentira.. Instituto Brasileiro de Linguagem Corporal. Disponível em < http://ibralc.com.br/web-destaque/drogas-e-o-teatro-da-mentira/> . Acesso em  24 de outubro de 2012.

NIETZSCHE, Friedrich. “Sobre Verdade e Mentira”. Organização e Tradução: Fernando de Moraes Barros. Disponível em < http://books.google.com.br/books?id=JK2WxX8vjGgC&printsec=frontcover&hl=pt-BR#v=onepage&q&f=false >. Acesso em 24 de outubro de 2012. 

PIRES, Sergio Fernandes Senna. Linguagem corporal e o comportamento respondente. Instituto Brasileiro de Linguagem Corporal. Disponível em < http://ibralc.com.br/conhecimento-basico/comportamento-respondente-linguagem-corporal/> . Acesso em 23 de outubro de 2012.

PIRES, Sergio Fernandes Senna. Não existe um único e definitivo sinal da mentira. Instituto Brasileiro de Linguagem Corporal. Disponível em < http://ibralc.com.br/a-mentira/nao-existe-um-sinal-definitivo-da-mentira-2/> . Acesso em  24 de outubro de 2012.

PIRES, Sergio Fernandes Senna.  Quais são as técnicas para detecção de mentiras?. Instituto Brasileiro de Linguagem Corporal. Disponível em < http://ibralc.com.br/a-mentira/quais-sao-as-tecnicas-para-deteccao-de-mentiras/> . Acesso em  24 de outubro de 2012.


Visite as Seções do Portal:

 


Como citar este artigo:

Formato Documento Eletrônico (ABNT)

JUNIOR, Edinaldo Oliveira. Verdadeiro Mentiroso - Lie to Me – Décimo primeiro episódio. Instituto Brasileiro de Linguagem Corporal. Disponível em < https://ibralc.com.br/lie-to-me-decimo-primeiro-episodio/> . Acesso em 4 Dec 2016.

Formato Documento Eletrônico (APA)

Junior, Edinaldo Oliveira. (2012). Verdadeiro Mentiroso - Lie to Me – Décimo primeiro episódio. Instituto Brasileiro de Linguagem Corporal. Recuperado em 4 Dec 2016, de https://ibralc.com.br/lie-to-me-decimo-primeiro-episodio/.

The following two tabs change content below.

Edinaldo Oliveira

Graduado em ADMINISTRAÇÃO - GESTÃO DE NEGÓCIOS pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Caruaru/PE (2005) e Pós-Graduado em Engenharia de Software pela mesma faculdade, em 2010, além de graduado em Gestão da Tecnologia da Informação, pela ESTÁCIO, em 2014. Diletante do campo da psicologia, com foco no estudo da comunicação não verbal, especialmente no que se refere as expressões faciais, e como esta ferramenta pode ser aplicada em diversas áreas, a saber: segurança, defesa, educação, vendas, nas organizações e na saúde. Além disto, é amante da astronomia, astrofotografia e fotografia.
Posted in Lie to Me - Primeira Temporada and tagged , , , .

Deixe uma resposta