Linguagem Corporal no Trabalho – 5 Dicas

Melhorar a sua linguagem corporal no trabalho é fundamental para o seu sucesso profissional. Com as atuais mudanças nas regras previdenciárias, até mesmo os servidores públicos vão precisar prestar mais atenção nisso, pois haverá uma passagem muito maior de pessoas da iniciativa privada para o funcionalismo público e vice-versa.

Além dos benefícios imediatos para a sua carreira, prestar atenção na linguagem corporal te dá uma certa vantagem na análise e interpretação das emoções das pessoas ao seu redor.

Essa consciência da emoção ambiental é fundamental para que você se insira melhor nos nos seus contextos e também possa sentir-se mais feliz.

Nossas 5 dicas de hoje são:

  • preste atenção aos sinais não verbais;
  • observe os comportamentos não verbais contraditórios;
  • interprete os sinais não verbais em grupos;
  • nunca desconsidere o contexto;
  • controle o seu próprio tom de voz.

  1   Preste atenção aos sinais não verbais

linguagem-corporal-sinais-nao-verbais-ibralc

A grande vantagem ^que você obtém ao observar os sinais não verbais é o acesso que você ganha às emoções das pessoas. Além do que está sendo verbalizado, é possível interpretar outro canal de comunicação que as pessoas, em sua maioria, não têm controle consciente.

Desenvolver essa capacidade no ambiente de trabalho é fundamental para que você tenha uma visão sobre quem são seus apoiadores, ou quem parece ser apoiador, mas quer te prejudicar. Nesse momento da observação não importa descobrir as razões pelas quais alguém gosta ou não de você, mas sim saber quem te ajuda ou atrapalha.

Conte então com essa nova camada de indicadores não verbais a seu favor. Comece estudando nossos artigos sobre isso:

Linguagem Corporal - IBRALC

Linguagem Corporal e Microexpressões

Postagens Recentes: Linguagem Corporal – Conhecimento FundamentalApresento para você, que deseja começar a estudar a linguagem corporal, uma seleção dos ...
Leia Mais

 

  2   Observe os comportamentos não verbais contraditórios

linguagem-corporal-sinais-contraditorios-ibralc

Como anteriormente explicado, a linguagem corporal está intimamente relacionada com as nossas emoções e a maior parte das pessoas não tem um bom controle sobre essa camada não verbal da comunicação. Então, é muito vantajoso observar as discrepâncias entre o que é dito e as reações imediatas do corpo quando se diz algo.

A mensagem pode ser positiva, mas se expressões faciais ou movimentos e posições negativas forem adotadas, levante a hipótese da pessoas estar mentindo….

Veja na foto acima um exemplo: imagine que o homem com as mãos fortemente cruzadas está dizendo que apoia o seu projeto…. Será que apoia mesmo?

Para entender melhor veja nossas matérias sobre linguagem corporal e a mentira:

Mentira - Linguagem Corporal

Descobrindo a Mentira

Matérias Recentes sobre a Mentira, Linguagem Corporal e MicroexpressõesPsicologia do Depoimento no TRT-11 em 18/11/2016No dia 18 de novembro de 2016, ministrei um curso sobre Psicologia do Depoimento no Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região ...
Leia Mais

 

  3   Interprete os grupos de sinais não verbais

linguagem-corporal-sinais-grupos-ibralc

Interpretar não é adivinhar. A leitura corporal não é mágica nem mentalismo. O comportamento humano é multideterminado. Assim, dificilmente você chega a uma boa interpretação a partir de apenas um gesto ou expressão facial.

Procure, portanto, estar atento a um grupo de sinais que possam ser coerentes entre si. Expressões faciais de raiva e medo, com aperto dos dedos da mão e encolhimento do corpo são um exemplo desse tipo de agrupamento. Esse grupo não verbal, simultâneo a uma ameaça verbal, pode indicar que ela é séria e que alguém pode estar pronto para uma agressão física real.

 

  4   Nunca desconsidere o contexto

linguagem-corporal-observe contexto-ibralc

Ja expliquei que o comportamento é multideterminado, ou seja, o mesmo gesto ou expressão pode ocorrer por motivos diferentes. Essa é uma das principais dificuldades a serem superadas na interpretação do comportamento não verbal.

Então, o contexto em que o comportamento ocorre é um dos principais determinantes para que uma ação faça sentido.

Desde a década de 50 os psicólogos vêm estudando a influência do meio para alterar o comportamento pontual das pessoas. A pressão social é tão poderosa que funciona na maioria das pessoas. Veja abaixo um experimento da chamada Conformação Social e também sobre o Espelhamento:

Espelhamento - Linguagem Corporal - Ibralc

Espelhamento: estratégia confiável?

Venho encontrando muitos artigos na Internet falando sobre a "mágica" de influenciar os outros pelo espelhamento. Segundo essa "sabedoria popular", usar o espelhamento pode ajudar a causar uma boa impressão, ...
Leia Mais

 

  5   Controle o seu próprio tom de voz

linguagem-corporal-tom-voz--ibralc

Muitos dos desentendimentos no ambiente de trabalho são decorrentes de conversas em tom de voz inadequado. Observe se você conversa como se estivesse brigando ou ameaçando.

Se você precisar gravar uma conversa para observar a si mesmo, não o deixe de fazê-lo. Ouça seus colegas com atenção. Se algum amigo te disser que você parece estar brigando, leve a sério.

Tome consciência do seu tom ao conversar com as pessoas e altere a sua forma de falar, se necessário. Você verá os benefícios.

 

Ficamos por aqui desejando uma boa leitura. Deixe suas observações e dúvidas nos comentários.

Um abraço

Sergio Senna

 


Visite as Seções do Portal:

 


Como citar este artigo:

Formato Documento Eletrônico (ABNT)

PIRES, Sergio Fernandes Senna. Linguagem Corporal no Trabalho - 5 Dicas. Instituto Brasileiro de Linguagem Corporal. Disponível em < https://ibralc.com.br/linguagem-corporal-trabalho-5-dicas/> . Acesso em 27 Apr 2017.

Formato Documento Eletrônico (APA)

Pires, Sergio Fernandes Senna. (2017). Linguagem Corporal no Trabalho - 5 Dicas. Instituto Brasileiro de Linguagem Corporal. Recuperado em 27 Apr 2017, de https://ibralc.com.br/linguagem-corporal-trabalho-5-dicas/.

The following two tabs change content below.
Psicólogo, doutor em psicologia (UnB), possui diversas especializações na área de educação, segurança e políticas públicas. Tem larga experiência acadêmica e profissional na interpretação da linguagem corporal, presta assessoria institucional no Congresso Nacional e desenvolve trabalhos acadêmicos nas temáticas da análise da mentira e da linguagem corporal. Veja o currículo completo aqui!

Últimos posts de Sergio Senna (ver todos)

Publicado em Dicas, Linguagem Corporal e com a Tags , , , , , , , , , .

Deixe uma resposta