Radiografia dos golpes: o truque

Esse é o último da série que mostra a anatomia dos golpes. Em quatro artigos, procuramos mostrar o que existe de mais comum em todo e qualquer golpe.
Começamos explicando que as picaretagens a que estamos expostos passam por três fases bem distintas, cada uma com um propósito específico:

  • primeiro é necessário fazer alguma promessa;
  • depois disso, o golpista tem que dar credibilidade ao que está propondo;
  • por fim, o picareta aplicará o golpe.

Nesse artigo, explicaremos como ocorre o truque, o momento em que o golpista troca o produto, faz você depositar dinheiro numa conta, faz você entregar a chave do seu carro, entre outros golpes que existem.

Veja o vídeo no qual explico alguns detalhes dessa fase dos golpes:

Quando a vítima passa a fase da fidelização, na qual o golpista constrói a credibilidade de sua proposta, é muito difícil que o golpe não seja bem sucedido.

Vejamos um áudio gravado em um celular (escutam-se palavrões no final da conversa):

Observe que o golpe passa por todas as fases: (1) A PROMESSA – o carro ou o valor depositado na conta da pessoa premiada; (2) a FIDELIZAÇÃO, quando o golpista tenta apressar a decisão para que a vítima não tenha muito tempo para pensar; (3) o TRUQUE, que seria a entrega de uma conta fajuta para que a vítima depositasse dinheiro antes de receber “o prêmio”.

Nesse exemplo, o truque é a tentativa de confundir a vítima, assegurando que o valor da transferência é uma “senha de valor” (que raios é isso?). O golpista tenta enganar a pessoa fazendo ela realizar uma transferência para outra conta corrente como se fosse a forma da vítima receber o prêmio direto em sua conta.

O golpe foi mal sucedido, pois a vítima já desconfiava que era uma armação (e quem não sabe?) e resolveu “curtir” com a cara do golpista.

Note a argumentação “furada” do picareta quando tenta explicar que a ligação é gratuita (aos 1min e 15 seg), diante dos questionamentos da vítima. É incrível como as vítimas que caem no golpe não percebem essas explicações sem nenhuma lógica

Muitas pessoas têm o seu comportamento orientado pela ganância e é por isso que perdem a capacidade de analisar as bobagens sem sentido que são ditas pelos golpistas.

Um exemplo clássico da fase do truque é mostrado no vídeo abaixo, no qual o golpista troca as canetas de identificação de dinheiro falsificado. O objetivo final do golpe era trocar cédulas falsas pelas verdadeiras.

A vítima, confiando que as canetas identificariam todas as cédulas falsas, entrega as notas verdadeiras sem pestanejar. O golpe é mais complexo, mas aqui queremos mostrar apenas como foi realizada a troca das canetas que identificam o dinheiro falso, observe:

 

O que desejo destacar nesse vídeo é a técnica para que o truque funcione. A atenção da vítima é mantida na nota, enquanto as canetas são trocadas, como indicado no vídeo.

Uma boa parte dos truques são assim. Partindo da premissa de que não conseguimos prestar atenção a mais de um evento ao mesmo tempo, o picareta promove a concentração da vítima em um evento secundário, enquanto a troca ocorre no segundo plano.

Uma dica importante é sempre prestar muita atenção quando algum negócio parece muito promissor. É importante interromper o golpe assim que você desconfie. Basta pedir mais informações, mostrar-se reticente. Se o interlocutor utilizar alguma estratégia para apressar a sua decisão, isso já é um péssimo sinal.

Lembre-se de que todo o cuidado é pouco e que é você quem sabe o esforço que faz para adquirir os seus bens. Se você passar por todas as fases do golpe e chegar na última, provavelmente será enganado!  Se uma proposta é boa demais para ser verdade, provavelmente não é!

Um abraço

Sergio Senna


Visite as Seções do Portal:

 


Como citar este artigo:

Formato Documento Eletrônico (ABNT)

PIRES, Sergio Fernandes Senna. Radiografia dos golpes: o truque. Instituto Brasileiro de Linguagem Corporal. Disponível em < https://ibralc.com.br/radiografia-dos-golpes-o-truque/> . Acesso em 24 Aug 2016.

Formato Documento Eletrônico (APA)

Pires, Sergio Fernandes Senna. (2013). Radiografia dos golpes: o truque. Instituto Brasileiro de Linguagem Corporal. Recuperado em 24 Aug 2016, de https://ibralc.com.br/radiografia-dos-golpes-o-truque/.

The following two tabs change content below.
Sergio Senna
Psicólogo, doutor em psicologia (UnB), possui diversas especializações na área de educação, segurança e políticas públicas. Tem larga experiência acadêmica e profissional na interpretação da linguagem corporal, presta assessoria institucional no Congresso Nacional e desenvolve trabalhos acadêmicos nas temáticas da análise da mentira e da linguagem corporal. Veja o currículo completo aqui!
Sergio Senna

Últimos posts de Sergio Senna (ver todos)

Posted in A Mentira, Dicas and tagged , , , , , , , , .

5 Comments

  1. NOTA DO MODERADOR: Essa mensagem teve que ser editada pela equipe do Portal por conter informações pessoais e algumas expressões inapropriadas. As parte editadas estão entre […], com o conteúdo genérico. Solicitamos a compreensão do autor do comentário, mas o portal IBRALC não é um espaço para denúncias. Entretanto sua história é bem-vinda para comentarmos como são aplicados esses golpes.


    Gente venho aqui compartilhar a triste experiência que tive nos últimos 06 meses.
    Em total desespero procurei um Pai de Santo pra tentar resolver meu problema, o que eu não sabia era que seria mais um início de outro serio problema.

    O nome que ele usa sujeito é [nome].

    Porem seu nome verdadeiro é [nome]
    usa uma conta da CAIXA ECONÔMICA de numero:
    [conta]

    Ele atendia no Centro de São Paulo na
    […]
    Os numeros que ele usava são:
    […]

    E fala o seguinte:

    Traz a pessoa amada 07 dias

    Tem 48 anos de experiência

    Nunca perdeu uma causa

    Se perder devolve seu dinheiro dobrado

    Resultado: passei 06 meses tentando e nada. Gastei 5.050,00 (cinco mil e cinquenta reais)

    Fui pedir o dinheiro de volta ele marcou um dia marcou outro depois outro e ja não aparecia na hora marcada, já não atendia mais as minhas ligações; resumindo eu mandei uma mensagem dizendo que iria tomar minhas providências e ele respondeu da seguinte forma: estou indo até a Cidade da sua ex
    Quando eu estiver lá com ela eu te ligo e resolveremos isso.

    Gente gravem bem [nome da pessoa] esse é o nome do bandido safado.
    Isso é crime.
    […]

    Só que ele não sabe que meu irmão é da Polícia Civil e estamos reunindo todas as provas para acabar com a farra desse bandido,
    fiz alguns depósitos na Caixa Econômica no nome de [nome da pessoa].
    se tiver alguém que tenha sido lesado pelo mesmo bandido por favor entre em contato comigo para acabarmos com esse vigarista [palavra inapropriada].

    Ou melhor se alguém souber do paradeiro dele entre em contato no e-mail abaixo ou ligue 181. A policias de Sao Paulo está procurando por ele, esse [palavras inapropriadas] já enganou umas dezenas de pessoas CUIDADO ele é perigoso chantagista e ameaçador é um verdadeiro bandido.

    Já sabemos que continua dando golpes no centro de Sao Paulo, só mudou de endereço, fiquem atentos pois pode ter mudado de nome para poder fazer mais vitimas

    Gente muito cuidado com as pessoas que vc procura na hora do desespero, existe uma cambada de vagabundos criminosos bandidos so aguardando pra pegar seus pontos fracos.

    se alguém souber o endereço pedimos que nos avise imediatamente, esse criminoso vai pra cadeia onde é o lugar de bandido.

    Não teremos paz nem descanso enquanto não dermos um basta nas falcatruas desse estelionatário.

    É só uma questão de tempo ele vai cair e contamos com a colaboração de todos

    0
    • Vitor, obrigado pela sua colaboração. Serve de alerta importante para os nossos leitores. Tivemos que fazer alguma edição por conta de que informações pessoais estavam sendo expostas. Em breve tecerei mais comentários sobre esse golpe.

      um abraço
      Sergio Senna

      0
  2. Bom dia!
    Sou administradora e estudante em psicologia e seus artigos têm me ajudado muito. Tanto no meu trabalho na administração (trabalho com muitas pessoas) quanto na nova graduação.
    Obrigada!

    0
    • Obrigado pelas palavras gentis, Aparecida.
      Siga explorando o nosso conteúdo completamente gratuito, que já é o mais extenso e de melhor qualidade sobre linguagem corporal em Língua Portuguesa.
      Um abraço
      Sergio Senna

      0
  3. Grande postagem, Dr. Sergio!
    É incrível como algumas pessoas conseguem ser enganadas, com truques tão ruins e muito provavelmente mal elaborados, como esse da ligação relatada no vídeo. Claro que o mesmo não ocorre com o segundo exemplo, pois é uma distração muito bem armada, a atenção tem de ser extremamente alta para não ser pego em uma enganação desse tipo, são poucos os que estão preparados pra isso.
    Aproveitando o tópico sobre golpes, vou relatar uma situação que presenciei, não muito raramente existem outro tipo de golpe, que é aplicado por ”videntes”, ciganos, pai de santo, etc..
    No caminho de volta a minha casa sempre cruzo por uma praça, não é um dos ambientes mais seguros da cidade, sempre há relatos de alguma complicação como roubo ou furtos por ali, mas tudo durante a noite, pois durante o dia é até agradável e bem movimentado. Estava voltando para casa, há uns dois meses, e vi que no final da praça havia três mulheres ciganas, elas sempre ficam por lá tentando negociar inúmeros artigos ou lendo a mão das pessoas que passam, em troca de dinheiro.
    Uns metros a frente vi que uma delas estava sentada na grama, com uma mulher sentada de frente para ela, quando cheguei mais perto vi que a cigana estava ”lendo” a mão dessa pessoa. Oportunamente tinha um banco próximo as duas, então disfarçadamente fui até o banco e me sentei – a curiosidade foi forte – então comecei a ouvir a seguinte conversa:

    Cigana: Você está com muitas preocupações, está com uma preocupação especial com uma pessoa da sua família.
    Mulher: Sim, é verdade.
    Cigana: Essa pessoa está precisando da sua ajuda, muito mais agora nessa situação difícil.
    Mulher: Da minha ajuda? Como posso ajudar morando longe?
    Cigana: Existem muitas maneiras de ajudar, minha filha. Podemos fazer um trabalho para ele de limpeza espiritual.
    Mulher: Hm, mas como isso pode ser feito?
    Cigana: O trabalho custa 100 reais, nós precisamos de uma garrafa de vinho e um anel de ouro, qualquer um que você tenha.
    Mulher: Tudo bem, mas estou com pressa agora, podemos fazer depois?
    Cigana: Bom, aí é você que decide, ainda mais com essa pessoa se encontrando nessa situação.

    A mulher agradeceu, levantou, e foi embora. Creio que ela não deve ter voltado lá depois.
    Claro que a conversa não foi exatamente assim, mas lembro das partes que mais chamaram atenção.
    Percebi que nenhuma das afirmativas da cigana foi diretamente para a mulher, foram todas muito superficiais que servem para qualquer pessoa que queira dar sentido a elas: ”Você está com muitas preocupações” quem não está? ”ainda mais com essa pessoa nessa situação” nem ao menos disse se era ele ou ela, apenas ”essa pessoa” e ”essa situação”.
    Enfim, achei uma picaretagem bem grande, na verdade a cigana usou muitas afirmações que foram fornecidas pela própria ”cliente”.

    Obrigado pelo artigo Dr. Sergio.

    Abraços e até mais!

    Rogério B.

    0

Deixe uma resposta