Você julga um livro pela capa?


 

julga-Perrett

Você é um bom juiz do caráter de alguém? Você acha que você pode julgar a personalidade de outra pessoa apenas olhando para seu rosto? A pesquisa mostra que a maioria de nós – 90% de acordo com um estudo – pensamos que sim. O que faz o rosto realmente nos dizer sobre a personalidade de alguém?

Os cientistas estão descobrindo evidências de que alguns traços de personalidade podem ser escritos em todo o rosto. Isso pode ter implicações importantes para a maneira como nos comportamos, e até mesmo como podemos escolher as pessoas de nosso convívio mais próximo.

O Professor David Perrett do Laboratório de Percepção da universidade do St Andrews passou dez anos tentando descobrir o que torna uma face bela. Com sua técnica de manipulação digital das faces, demonstrou que as mulheres preferem rostos mais masculinos durante o período fértil de seu ciclo menstrual. As características masculinas foram reforçadas aumentando o queixo e sobrancelhas em contraposição à figuras mais femininas, nas quais se ampliou o rosto e levantou-se as sobrancelhas.

Atualmente, Professor Perrett está usando as mesmas técnicas para investigar as conexões entre as características faciais e personalidade, utilizando o modelo o modelo de cinco fatores:

O Fator I: Extroversão. Quantidade e intensidade das interações interpessoais preferidas Nível de atividade Necessidade de estimulação Capacidade de alegrar-se, etc.

O Fator II: Socialização. * Dimensão interpessoal que se refere aos tipos de interações * Contínuo: compaixão ao antagonismo.

Fator III: Realização. Grau de organização Persistência Controle e motivação em alcançar objetivos. Pessoas que são altas em Realização tendem a ser organizadas, confiáveis, trabalhadoras, decididas, pontuais, escrupulosas, ambiciosas e perseverantes; por outro lado, pessoas que são baixas em Realização tendem a não ter objetivos claros, não são confiáveis, são preguiçosas, descuidadas, negligentes e hedonistas.

Fator IV: Neuroticismo. Nível crônico de ajustamento emocional e instabilidade. Componente emocional da personalidade Este fator apresenta escalas para avaliação de vulnerabilidade, desajustamento psicossocial, ansiedade e depressão.

Fator V: Abertura. Necessidade de comportamentos exploratórios Reconhecimento da importância em ter novas experiências. Indivíduos altos nesta dimensão são curiosos, imaginativos, criativos, divertem-se com novas idéias e com valores não convencionais.


Visite as Seções do Portal:

 


Como citar este artigo:

Formato Documento Eletrônico (ABNT)

PIRES, Sergio Fernandes Senna. Você julga um livro pela capa?. Instituto Brasileiro de Linguagem Corporal. Disponível em < https://ibralc.com.br/voce-julga-livros-pela-capa/> . Acesso em 2 Dec 2016.

Formato Documento Eletrônico (APA)

Pires, Sergio Fernandes Senna. (2010). Você julga um livro pela capa?. Instituto Brasileiro de Linguagem Corporal. Recuperado em 2 Dec 2016, de https://ibralc.com.br/voce-julga-livros-pela-capa/.

The following two tabs change content below.
Sergio Senna
Psicólogo, doutor em psicologia (UnB), possui diversas especializações na área de educação, segurança e políticas públicas. Tem larga experiência acadêmica e profissional na interpretação da linguagem corporal, presta assessoria institucional no Congresso Nacional e desenvolve trabalhos acadêmicos nas temáticas da análise da mentira e da linguagem corporal. Veja o currículo completo aqui!
Sergio Senna

Últimos posts de Sergio Senna (ver todos)

Posted in Aparência Física and tagged , , , , .

One Comment

Deixe uma resposta