O prazer profundo: Duping Delight

O que é o duping delight?

O presente artigo visa reunir informações debatidas nos comentários de diversos artigos acerca de um assunto que gera bastante dúvida: o que seria o Duping Delight?

Duping-Delight-clinton

“Bill Clinton, em um discurso ocorrido em 26 de janeiro de 1998, resolve falar sobre o caso Mônica Lewiski. Note que ele, ao ser aplaudido, produz um breve sorriso que tenta controlar apertando os lábios. Esse sorriso é uma reação autonômica de satisfação (narcísica) pelo sucesso em enganar e é conhecido na literatura científica como duping delight.” Retirado do artigo “Expressões faciais fingidas são eficazes?” Fonte: http://ibralc.com.br/a-mentira/expressoes-faciais-fingidas-enganam

O Duping Delight (Prazer Profundo) geralmente tende a se manifestar após “mentiras” mais elaboradas e de maior duração, diferentemente de mentiras “mais simples”. Alguns autores falam sobre as mentiras que são motivados pelo desejo de obter uma sensação de poder (por exemplo, Ekman, 1997; Ford, 1996), esta sensação de poder vem de possuir informações que o outro não tem, de enganar o outro, ou impulsionar o interlocutor à tomar decisões erradas.

Ford, em seu livro “Lies!Lies!!Lies!!!The psychology of deceit”, diz que o Duping Delight pode resultar do sucesso de uma piada (em relação a alguém ou uma situação), ou pode ser motivada por formas malignas de engano, como trapaças ou alguma patologia, como a síndrome de Munchausen, por exemplo.”

 

 

 

 

A Síndrome de Münchhausen é uma doença psiquiátrica em que o paciente, de forma compulsiva, deliberada e contínua, causa, provoca ou simula sintomas de doenças, sem que haja uma vantagem óbvia para tal atitude que não seja a de obter cuidados médicos e de enfermagem.

Na Síndrome de Münchausen, a pessoa afetada exagera ou cria sintomas nela mesma para ganhar atenção, tratamento e simpatia. Em casos extremos, pessoas com esta síndrome têm um alto conhecimento sobre medicina e conseguem produzir sintomas para operações desnecessárias. Por exemplo, podem injetar na veia um material infectado, causando infecção e prolongando sua estada no hospital. É diferente de Hipocondria, o paciente com Münchausen sabe que está exagerando, enquanto o hipocondríaco acredita que está doente de fato. – WIKIPEDIA

Segundo Dr. Sérgio Senna (IBRALC), essa expressão da língua Inglesa é utilizada para identificar o sorriso que ocorre quando um mentiroso percebe o sucesso de seu intento. Serve, também, para expressar o sorriso de desprezo contido diante de algum pensamento (não expresso) de êxito.

 

Como reconhecer o duping delight?

“É um breve sorriso unilateral. É uma mistura de desprezo e satisfação (alegria). É uma resposta quase autonômica e quando a pessoa percebe, tenta realizar algum movimento para encobrir. Pode ser baixando ou virando a cabeça. Algumas pessoas também pressionam os lábios na tentativa de ocultá-lo.” Debate o Dr. Sérgio Senna nos comentários do artigo “Lie to Me – Nono episódio

Recomendo a leitura do artigo “Expressões faciais fingidas são eficazes?” (clique aqui para ler) de autoria do Dr. Sérgio Senna. O mesmo levanta a questão se é possível falsificar tão bem as expressões faciais a ponto de que não seja possível perceber se as emoções relacionadas são reais ou não, inclusive fala um pouco sobre o Duping Delight.

No mesmo artigo, Dr. Sérgio Senna ainda comenta: “Essa é uma expressão muito importante e qualquer pessoa deveria ser capaz de reconhecê-la. Imagino que todos os adultos já foram vítimas do duping delight. Sabe aquele adversário que sentiu satisfação quando você se “deu mal” em algum trabalho? Pois é, o sorrisinho de satisfação secreta pelo o seu fracasso era o duping delight.”

Veja essa sequência de fotos, trata-se do julgamento de Casey Anthony, o ideal seria a análise do vídeo, mas para fins didáticos, percebam as imagens abaixo, onde após o sucesso do advogado, ele não se contém e solta um sorrisinho unilateral (tentando disfarçar ao abaixar o rosto).

Duping-Delight-casey-anthony

Casey chora ao lado de seu advogado ao ser inocentada. Ela era acusada pela morte da filha de dois anos, sufocada com fita adesiva. O caso tomava conta dos debates nos EUA

Duping-Delight-casey-anthony-2

Casey Anthony e seu advogado, Jose Baez(esq.), após o anúncio de Casey ter sido considerada inocente da acusação de assassinato

Agora observem o vídeo abaixo:

O duping ocorre muito rápido, como sempre, a pessoa quando percebe tenta dissimular. No caso apertando os lábios (como é o mais comum). A “dica” para ver o fechamento dos olhos é observar o levantamento da bochecha.

Abaixo uma imagem do momento:

Duping-Delight-video

Clique na imagem para ampliar.

Qual a importância deste indicativo?

Sabemos que não existe um único e definitivo sinal da mentira, entretanto, devemos tratar este sinal (o Duping Delight) de forma “diferenciada”, visto que o mesmo geralmente pode revelar algum fator interessante.

Recomendo a leitura do artigo “Não existe um único e definitivo sinal da mentira” (Clique aqui para ler), de autoria do Dr. Sérgio Senna. O mesmo nos lembra o risco de errar, chamando alguém de mentiroso com base apenas em um sinal!

No entanto, em diversos vídeos debatidos aqui no portal e na nossa comunidade do facebook, notamos a relevância de perceber este tipo de sorriso, que por vezes revela segundas intenções por parte do interlocutor.

Não confundam com um sorriso deliberado, que o interlocutor deseja que seja percebido, pois este pode estar ocultando algum outro tipo de emoção, como raiva ou desprezo por exemplo, já se tratando do duping delight, geralmente o interlocutor tenta controlá-lo, não desejando que sua satisfação seja percebida pelos demais.

Este artigo aborda conceitos básicos sobre o tema, para aprofundar seus estudos e ter um melhor entendimento, recomendamos que faça o curso “Sinais da Mentira” (clique aqui), ministrado aqui no IBRALC.

Assim, devemos “ligar o alerta” após este tipo de sinal, e procurar outros indicativos, aprofundar o debate (se tivermos oportunidade) ou simplesmente tomar cuidado com as informações que nos são passadas. Portanto, muita atenção com o prazer alheio.

E você? O que pensa sobre isso? Deixe-nos o seu comentário!

Saudações e prossiga acompanhando os nossos artigos.

Edinaldo Oliveira


Visite as Seções do Portal:

 


Como citar este artigo:

Formato Documento Eletrônico (ABNT)

JUNIOR, Edinaldo Oliveira. O prazer profundo: Duping Delight. Instituto Brasileiro de Linguagem Corporal. Disponível em < https://ibralc.com.br/o-prazer-profundo-duping-delight/> . Acesso em 3 Dec 2016.

Formato Documento Eletrônico (APA)

Junior, Edinaldo Oliveira. (2012). O prazer profundo: Duping Delight. Instituto Brasileiro de Linguagem Corporal. Recuperado em 3 Dec 2016, de https://ibralc.com.br/o-prazer-profundo-duping-delight/.

The following two tabs change content below.

Edinaldo Oliveira

Graduado em ADMINISTRAÇÃO - GESTÃO DE NEGÓCIOS pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Caruaru/PE (2005) e Pós-Graduado em Engenharia de Software pela mesma faculdade, em 2010, além de graduado em Gestão da Tecnologia da Informação, pela ESTÁCIO, em 2014. Diletante do campo da psicologia, com foco no estudo da comunicação não verbal, especialmente no que se refere as expressões faciais, e como esta ferramenta pode ser aplicada em diversas áreas, a saber: segurança, defesa, educação, vendas, nas organizações e na saúde. Além disto, é amante da astronomia, astrofotografia e fotografia.
Posted in Microexpressões and tagged , , , , , , , , , .

12 Comments

  1. Eu vi no segundo 53 do vídeo desprezo,talvez um duping-delight no segundo 59,assim como em 8:41.Bom foi oque eu vi,me corrijam qualquer coisa

  2. Realmente, como o Marcos Roberto falou…vi bastante aversão quando falava da vítima e no final, quando falava de si, veio o sorriso, que tentou disfarçar baixando a face…

    A aversão seria desprezo por suas vítimas?? pela vítima em específico? difícil dizer…mas a satisfação no final, para mim, é o mais relevante…

  3. É muita cara de pau desses picaretas….. e ainda mentem muito mal. Esse é um péssimo indicador para o nosso país, pois os mentirosos se sentem tão à vontade que nem se aprimoram para mentir….

    Imaginem quando aprenderem a mentir mais e melhor….. Vou esperar mais algumas manifestações para postar o meu comentário.

    Abraços a [email protected]
    Sergio Senna

  4. Bom dia à todos ! Nossa cada vez mais, fico impressionado, com audácia da bandidagem aqui no Brasil! É muita “cara de Pau”… até com os mortos os picaretas conseguem tirar vantagens … fico com pena das famílias que infelizmente tem que passar por mais, esse constrangimento e dor !

    Assisti o vídeo pelo menos 5 vezes… , bom não tem o que dizer sobre essa reportagem e nem, a cara de pau dessas pessoas! Vamos acordar Brasil !!!

    Gostaria de dizer e analisar sobre o “Cara de Pau”, que está com a camisa da seleção brasileira:

    Tempo de 00:51 – temos ai indicadores de desprezo e, muita aversão ao responder ( já na ponta da língua uma resposta preparada, pensando muito bem as respostas as perguntas do repórter. E seu sorriso mascarado, falso de puro sarcasmo !

    Tempo de 8:16 / 8: 22 / 8: 41 – temos indicadores de Raiva (au4) + aversão (au9 + au10) + e , o famoso Dupping Delight (8:41).

    Já o outro “cara de pau” sem camisa, no tempo de 8:07 – faz um leve movimento do ombro quando acusa o comparsa… sua face é de muita raiva (pura raiva). Fora que sua fala sai com dificuldade , ao falar do comparsa ! ai com certeza, tem alguma coisa a esconder?

    Abraços a todos do ibralc, ao Prof. Dr. Sérgio Senna, Edivaldo Oliveira… sucesso sempre !

  5. Estou curiosa para ver o que vocês que são especialistas vão dizer sobre o golpista Thiago, sua expressão facial é visivelmente “estranha”.

  6. Obrigado Marcos Roberto, reuni algumas informações básicas sobre este importante indicador. Mas como você fez o curso “Sinais da Mentira”, já deve estar fera, pois o mesmo é bem aprofundado durante o curso…

Deixe uma resposta