Músculos da face e emoções

 

260520-1301261S009100Os Músculos da Face

A face possui 44 músculos, sendo que alguns são denominados superficiais, de expressão facial ou miméticos, conforme ilustrado a seguir.

Enquanto a maior parte dos músculos do corpo humano possuem suas origens e inserções (seus pontos de apoio) nos ossos, os músculos superficiais da face, frequentemente, estão ligados a outros músculos ou até mesmo à pele, o que permite a produção dos movimentos e expressões da face.

A peculiaridade da musculatura facial alterar os movimentos de outros músculos é o que proporciona a grande diversidade de expressões faciais que podemos produzir de forma consciente e não conscientemente, o que está diretamente relacionado com a capacidade humana de demonstrar emoções e de interagir no contexto social. O vídeo a seguir ilustra o movimento dos músculos na face e algumas das expressões que produzem.

A possibilidade de expressar emoções pela face é um elemento fundamental para o estabelecimento da reciprocidade entre as pessoas. Se você, por exemplo, sorrir para uma pessoa, é bem provável que receba um sorriso como resposta. Entretanto isso não consiste em regra, pois existem outros fatores que interferem na comunicação não verbal. A maior parte dos elementos que podem interferir nessa comunicação são de ordem pessoal e cultural como as regras de display1, o histórico de interações anteriores entre os sujeitos e os dialetos de expressões faciais2.

Fig 2 - Livro Pioneiro de DarwinA primeira abordagem moderna sobre a importância das expressões faciais para a comunicação universal de emoções foi realizada por Charles Darwin, em 1872, que divulgou suas pesquisas no seu livro As Expressões das Emoções no Homem e nos Animais. Nesse trabalho, entre muitas contribuições, ele levantou indícios de que determinadas expressões faciais, e os músculos que as produzem, poderiam estar relacionados à ocorrência de determinadas emoções. Depois desse trabalho, que serviu de marco inicial e inspiração para diversos outros pesquisadores, muito se avançou no estudo do tema.

No campo da pesquisa sobre a fisiologia humana, A Dra. Bridget Waller3 do Centro de Estudos das Emoções da Universidade de Portsmouth, na Inglaterra, vem estudando se os músculos faciais sempre estão presentes nos seres humanos. Seus achados indicam que nem todas as pessoas possuem toda a musculatura facial.

homunculo-linguagem-corporalNo estudo anatômico que conduziu, demonstrou que pelo menos um entre dez músculos faciais não estavam presentes em algum dos sujeito. No entanto, os músculos necessários à expressão das seis emoções básicas: alegria, medo, surpresa, raiva, aversão e tristeza sempre foram encontrados em todos os sujeitos pesquisados.

Além da abordagem anátomo-fisiológica, é importante ressaltar que grande parte do córtex motor está dedicado ao movimento da face e das mãos. A próxima figura  (homúnculo motor) ilustra como seria um ser humano cujas dimensões físicas fossem proporcionais às áreas cerebrais que controlam cada parte do corpo.

Abaixo, estão  exemplificados quais são os músculos envolvidos na expressão de alegria. Foram dispostas duas imagens, ambas marcadas com a letra A e B. As imagens indicadas com a letra A representam um sorriso de mera cortesia, enquanto as marcadas com a letra B indicam um sorriso verdadeiro. A diferença entre elas é a ação do músculo orbicular do olho e do levantamento das bochechas que é realizado como ação secundária de músculos que levantam o lábio superior. Perceba a sutileza das diferenças, clicando nas imagens para aumentá-las.

  
 

Referências

1. Matsumoto, D. (1990). Cultural similarities and differences in display rules. Motivation and Emotion, 14(3), 195-214.

2. Elfenbein, H., Beaupré, M., Leveque, M. & Hess, U. (2007). Toward a dialect theory: Cultural differences in expressing and recognizing facial expressions. Emotion, 7,  131-146.

3. Waller BM, Cray JJ & Burrows AM. (2008). Selection for universal facial emotion. Emotion, 8(3), 435-439.


Visite as Seções do Portal:

 


Como citar este artigo:

Formato Documento Eletrônico (ABNT)

PIRES, Sergio Fernandes Senna. Músculos da face e emoções. Instituto Brasileiro de Linguagem Corporal. Disponível em < https://ibralc.com.br/musculos-face-emocoes/> . Acesso em 2 Dec 2016.

Formato Documento Eletrônico (APA)

Pires, Sergio Fernandes Senna. (2015). Músculos da face e emoções. Instituto Brasileiro de Linguagem Corporal. Recuperado em 2 Dec 2016, de https://ibralc.com.br/musculos-face-emocoes/.

The following two tabs change content below.
Sergio Senna
Psicólogo, doutor em psicologia (UnB), possui diversas especializações na área de educação, segurança e políticas públicas. Tem larga experiência acadêmica e profissional na interpretação da linguagem corporal, presta assessoria institucional no Congresso Nacional e desenvolve trabalhos acadêmicos nas temáticas da análise da mentira e da linguagem corporal. Veja o currículo completo aqui!
Sergio Senna

Últimos posts de Sergio Senna (ver todos)

Posted in Face and tagged , , , , , , .

Deixe uma resposta